Pe. Jan Antoni (João Antônio) Baraniecki (1965 – 2017) missionário no Brasil

“Repito para mim mesmo: Se Deus lhe deu a facilidade de viver no exterior – faça o que você tem que fazer e não seja orgulhoso disso. Estes são os dons, aqueles talentos que você tem que multiplicar” (Pe. João Antônio)

Nasceu em 2 de janeiro de 1954 em Starczów (perto de Ząbkowice Śląskie), na arquidiocese de Wrocław, na família de Jarosław e Stefania. Tinha dois irmãos – Eugeniusz e Wiesław e a irmã Teresa. Pertenceu ao grupo de vocacionados palotinos em Radom e depois de terminar a escola, ingressou na Sociedade do Aposyolado Católico, palotinos, em 8 de setembro de 1974 em Ząbkowice Śląskie, recebendo o hábito no dia 8 de dezembro das mãos do Conselheiro Geral, Pe. Henryk Kietlinski. Sobre este período da vida, disse depois de muitos anos: “Muito aprende do meu primeiro diretor espiritual, o Pe. Wiktor Bartkowiak, Ele uma vez me disse: “Imite a Jesus, então você nunca ficará desapontado”. Eu sempre pergunto o que Jesus faria no meu lugar”. Em Ołtarzew, fez sua primeira consagracão em 8 de setembro de 1976 pelas mãos do Padre Provincial Józef Dąbrowski e a perpétua – em 28 de setembro de 1980, pelas mãos do Padre Provincial Henryk Kietlinski. Lá, nos anos de 1975 a 1981, estudou filosofia e teologia. Foi ordenado sacerdote em 2 de maio de 1981 em Ołtarzew pelas mãos do Cardial Franciszek Macharski.

Sua primeira paróquia depois da ordenação foi Hodyszewo, onde foi vigário e vice-reitor da casa. Em 1982 começou a se preparar para uma viagem missionária em Ząbki e foi para a Bélgica para o estudo da língua portuguesa naquele mesmo ano. Ele partiu para o Brasil em 8 de março de 1983. Inicialmente, foi vigário na paróquia de Nossa Senhora de Fátima em Niterói (1985) e depois pároco na paróquia de São Benedito em Itaperuna (1987 – 1997), Nossa Senhora de Fátima em Pendotiba, Niterói (1997 – 2004), São Roque no Rio de Janeiro (2005 -2006), Santa Isabel no Rio de Janeiro (2007 – 2008 – vigário) e Nossa Senhora dos Navegantes em Bonsucesso no Rio de Janeiro (2009 – 2017). Era também o diretor espiritual dos seminaristas palotinos no Rio de Janeiro. Além disso, nos anos 1999 – 2001, 2005 – 2007, ele foi o conselheiro da Delegação da Mãe da Misericórdia.

Faleceu em 4 de maio de 2017 à noite, no Rio de Janeiro. As cerimônias fúnebres começaram na noite de 5 de maio na paróquia de Nossa Senhora de Navegantes; a Santa Missa presidida por Cardial Orani João Tempesta, Arcebispo do Rio de Janeiro. No dia seguinte, na paróquia da Nossa Senhora de Fátima, em Niterói, foi realizada uma missa fúnebre, e seguida para sepultamento no túmulo palotino do cemitério Parque da Colina, em Niterói. Na Polônia, as cerimônias fúnebres ocorreram na paróquia de São João Batista em Starczów. Lá, 8 de maio, as 18.00, a Missa foi celebrada para a intenção do Pe. João Antônio. A Missa foi presidida pelo Provincial Padre Adrian Galbas.