Paroquia Santa Isabel

Rua Leopoldina Seabra 17,

Bento Ribeiro

Rio de Janeiro

Pároco: Pe. Tadeu Domanski SAC

A história da Paróquia começou no início do ano 1917, quando um grupo de fiéis abnegados e fervorosos fundou a Irmandade Nossa Senhora da Conceição, com a finalidade de construir no bairro Bento Ribeiro, uma Capela em louvor a Santa Isabel Rainha de Portugal. Na reunião do dia 15 de abril de 1917, Sebastião José Ribeiro doou um terreno de 40 metros por 20 metros na Rua João Vicente 1125, esquina com a estrada Santa Isabel (hoje Paracuru). Com o esforço, a perseverança e a fé de seus idealizadores, a Capela foi construída ainda no mesmo ano.

Os anos se passaram e, no dia 25 de abril de 1934, a Capela é elevada à categoria de Matriz. O primeiro pároco foi o Pe. Amador Franco. Desde a fundação até o fim do ano 1941, a paróquia era administrada pelos agostinianos. A partir de 1º de janeiro de 1942, passa para as mãos de padres seculares, sendo nomeado Pe. José Avelino Fernandes Quadra como pároco. No ano 1949, o Cardeal Dom Jaime de Barros Câmara confia a paróquia ao zelo apostólico da Sociedade do Apostolado Católico – os padres palotinos da Província Italiana. Aos 26 de outubro de 1949, Pe. Vitório Colafrancechi é nomeado pároco. Ele, com o Pe. Valerio Pierppaoli e o Pe. Carlo Obei, resolveram, em definitivo, o problema que se arrastava por longos anos: a construção da nova igreja. Tinham mil projetos, mil planos, mas era impossível viabilizar quaisquer um deles, pois o terreno era muito pequeno, não dava para construir sequer uma nova matriz, muito menos o prédio para as obras sociais.

O Sr. Antônio Henriques Alves, doa à Mitra um terreno na Rua Leopoldina Seabra com a finalidade de construir a nova matriz. Os palotinos dão início a construção da escola e da casa paroquial. Em 19 de abril de 1955 é aprovada a planta da escola pela Prefeitura. Em outubro do mesmo ano, é concluída a primeira parte da obra, com o grande salão, em que no dia 08 de dezembro, o Pároco distribuiu a primeira Comunhão. Em janeiro de 1956, começaram os trabalhos da outra ala da escola e da casa paroquial com três andares. Em julho do mesmo ano, Pe. Vitório é chamado a Roma para fazer parte do Conselho Provincial, não vendo a conclusão das obras por ele começadas. Pe. Valerio Pierppaoli toma posse como novo pároco e conclui essa etapa da obra que foi inaugurada na Páscoa do ano 1959.

A Mitra adquire o terreno ao lado, com o objetivo de erigir a matriz o mais rápido possível. Em agosto de 1960, Pe. Girolamo d’Ambrosi toma posse como novo pároco. Em janeiro de 1961 a igreja começa a funcionar no teatro da escola. Em 5 de março de 1961, a imagem da Padroeira, Santa Isabel, deixa triunfal e definitivamente sua antiga sede para a nova, na Rua Leopoldina Seabra.

 A obra da nova matriz foi iniciada em 17 de abril e, a 06 de agosto de 1961, Sua Eminência, o Cardeal Dom Jaime de Barros Câmara, benzeu a pedra fundamental. A solene inauguração aconteceu a 05 de julho de 1964.

A presença dos palotinos vem mostrar seus testemunhos e oferecer o carisma de São Vicente Pallotti: que cada batizado seja um missionário na Igreja de Jesus Cristo e promova uma constante transformação na sociedade, reavivando a fé e reacendendo a caridade. No fim do ano de 1973 o Superior Geral da Sociedade do Apostolado Católico, Padre Nicolau Gorman, convidou os palotinos da Polônia para assumirem a paróquia. Em 29 de dezembro de 1974, Pe. Ceslau Zajac toma posse como pároco e Pe. João Jedraszek torna-se vigário. Entre os anos de 1981–1982 o pároco foi o Pe. João Sopicki. Depois dele, retorna o Pe. Ceslau Zajac, que esteve à frente da paróquia.

A participação dos leigos é efetiva e eficiente, conforme o grande número de Pastorais e Movimentos (em torno de quarenta e três) atuando nos diversos segmentos: catequese, serviço social com os vicentinos, consultório médico-dentário e comunicação através de jornal informativo, dentre outros. A festa da padroeira Santa Isabel comemorada a 04 de julho reúne a cada ano muitos devotos da Santa Rainha, que pedem principalmente pelas famílias, pelos doentes, pobres, pessoas atendidas pelos vicentinos e idosos. E ainda por todos aqueles que Santa Isabel amava de modo especial. Assim, todos também devem imitar e exercitar suas virtudes no cotidiano.

Cada ano a festa é preparada por novenário com a celebração em vários lugares da paróquia, presidida por padres convidados, mostrando para povo de Bento Ribeiro a importância de imitar o exemplo dos santos no dia a dia. Criada em 1992, a Semana Nacional da Família é um evento anual que entrou de modo permanente no calendário das atividades da paróquia de Santa Isabel. Os temas relacionados com a vida da família são apresentados pelos padres palotinos, famílias, catequistas e aprofundado de joelhos diante do Santíssimo Sacramento. No ano 1995 com a chegada como pároco, Pe. Lucas Kaczmarek, dinâmico e empreendedor, muito se esforçou, incentivando e apoiando a todos com o objetivo de melhorar, cada vez mais, a qualidade da presença leiga na ação da Igreja e a integração de todos (A unidade na diversidade). Muitas pessoas leigas trabalhavam na atividade do teatro. Crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos participam do Auto de Natal e da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, saindo até pelas ruas da paróquia encenando os mais importantes acontecimentos da fé para os moradores.

No dia de 22 de janeiro de 2002, na festa de São Vicente Pallotti, com a celebração nesta igreja de Santa Isabel, foi criada oficialmente a Região Mãe da Misericórdia da Sociedade do Apostolado Católico.

Como o fruto da Campanha da Fraternidade do ano 2003, desenvolveu-se muito a Pastoral da Terceira Idade, levando para toda a comunidade os assuntos relacionados às pessoas idosas, como: saúde emocional; direito do idoso e envelhecimento ativo; espiritualidade do idoso; saúde e qualidade de vida na terceira idade.Com imensa alegria, o fruto do esforço não só do grupo de Obras Vocacionais Sacerdotais, mas da oração de toda a paróquia: a ordenação sacerdotal de um padre palotino, vocação que surgiu nessa paróquia – Francisco José Marques Filho, no dia 17 de abril de 2004, pela  imposição das mãos do Senhor Cardeal Dom Eusébio Oscar Scheid SCJ.

Em 2010, iniciou-se a Semana Teológica, organizada pela Escola Mater Ecclesiae e Luz e Vida, do núcleo de Bento Ribeiro. Cada ano havia um bom número de participantes não só da Paróquia de Santa Isabel, mas de outras paróquias vizinhas, que tiveram a oportunidade de tirar suas dúvidas, podendo assim colher muito proveito dos grandes conteúdos que foram passados. Com isso, todos puderam aprofundar vários temas ligados à vida cotidiana pela luz da nossa fé. No ano 2015 Pe. Tadeu Domanski começou a exercer a função de pároco. Na paróquia é também de grande importância a parte social, tendo um consultório clinico-dentário e psicológico para atendimento às pessoas carentes, além de uma assessoria jurídica. Também aos cuidados dos padres palotinos acontecem encontros da União do Apostolado Católico (UAC), Juventude Palotina, Festival Palotino e celebração do Oitavário da Epifania. A formação permanente dos membros da UAC sempre atrai novas pessoas fazendo o ato do empenho apostólico na UAC.

Notícias