Praça Manoel Diz Martinez

Centro

Cachoeiras de Macacu

Pároco: Pe. Jacinto Wojcik SAC

Pe. Casimiro Pac SAC

A Paróquia primitiva foi fundada em 1679 com o nome de Santo Antônio de Sá. Por motivo da epidemia de febres (1831) foi abandonada, e em 1861 os sobreviventes transladaram-se para o “Arraial” da freguesia da Santíssima Trindade de Sant’Ana de Macacu, cuja igreja fora curato desde 1675, sendo Matriz em 1755. Em 1850 criava-se a Paróquia de Sant’Ana do Arraial. Em 1877 foi trocado o nome para Sant’Ana de Macacu. Em 1898, foi novamente alterado, para ficar o nome definitivo de Sant’Ana de Japuíba. De maio de 1938 até 14 março de 1965 teve a sede em Cachoeiras de Macacu. O Vigário residia em Cachoeiras desde 1923. Mesmo ano em que a sede Municipal passou de Japuíba para Cachoeiras.

Em 14 de março de 1965, para um melhor atendimento espiritual aos fiéis, o Bispo Diocesano, Dom Clemente José Carlos Isnard, achou conveniente dividir a imensa Paróquia de Sant’Ana de Japuíba e criar uma nova Paróquia. Esta recebeu o título de Imaculada Conceição de Nossa Senhora, abrangendo o primeiro e terceiro distritos do município.

No dia 15 de maio de 1963 lançou-se a pedra fundamental e aos poucos foi erguendo o novo templo. Em 15 de maio de 1968, Dom Clemente José Carlos Isnard consagrou a nova igreja, com o pároco José Verdugo Ontega. Em 15 de fevereiro de 1990 a paróquia foi confiada aos padres palotinos. No dia 16 de abril, tomou posse como pároco, o Pe. Cristóvão Sopicki. Ele começou o duplo trabalho: elevar o crescimento da comunidade em nível pastoral e o de construção.

A implantação de novos movimentos e pastorais arrebanhou muitas pessoas para a Igreja. Nesse período foram construídas as capelas nas comunidades rurais e bairros de Valério, Castalha e Boa Vista e a casa paroquial. Com o novo milênio chegou também a mudança do pároco. No lugar do Pe. Cristovão assumiu o Pe. José Stepinski. Durante os sete anos de trabalho, conseguiu ampliar a Igreja Matriz. Assim, o maior número de pessoas podia, com conforto, participar das Santas Missas.

No dia 12 de fevereiro de 2007, tomou posse como pároco Pe. Jorge Chmielecki. Os movimentos e pastorais cresciam e com isso surgiu a necessidade de aplicação do centro pastoral. Com a eleição do Pe. Jorge como superior dos palotinos da Região da Mãe da Misericórdia, essa tarefa ficou nas mãos do novo pároco: Pe. Jurandir do Nascimento. Em março de 2015, o novo pároco, Pe. Lucas Kaczmarek, que também, logo depois, tornou-se Vigário Episcopal da Diocese de Nova Friburgo. Com muito empenho, começaram as reformas de várias capelas e preparação da celebração do jubileu de 50 anos da paróquia. No 02 de setembro de 2017 a paróquia teve a grande alegria de participar da ordenação sacerdotal de mais um dos seus membros. Dessa vez, do palotino, Pe. Rafael Moura de Oliveira. No dia 21 de julho de 2019 a comunidade paroquial recebeu a visita do Reitor Geral da Sociedade do Apostolado Católico, Pe. Jacob Nampudakam. A convivência fraterna, as conversas com os coirmãos e paroquianos fortaleceram o espírito de unidade e mostraram a importância da cooperação dos leigos e consagrados na realização do sonho de São Vicente Pallotti. Com a solenidade de Nossa Senhora Aparecida, no dia 12 de outubro do mesmo ano, foi inaugurado o Centro Pastoral Aparecida, no bairro Parque Veneza, que a cada dia vem realizando várias atividades e trabalhos sociais: ginástica para terceira idade, terço das mulheres e homens, atendimento com advogado, juiz, psicólogo; catequese, pastoral da criança e horta comunitária. Um artista pintou um lindo mural com a história da devoção da padroeira do Brasil. A partir de março de 2020 o Pe. Jacinto Wojcik está à frente da paróquia.

Notícias